Terça, 24 de Maio de 2022
(75) 99168-0053
Artigo Azedou

Azedou geral

Por Luiz Santos

14/05/2022 08h02 Atualizada há 1 semana
Por: Ana Meire Fonte: Conectado News
Foto Ascom Arquivo Pessoal
Foto Ascom Arquivo Pessoal

Algumas frutas quando azedam fazemos caras e bocas só em falar ou mesmo pensar; mas algumas são belíssimas e com essas fazemos sucos, doces, cozidos e tantas outras iguarias. No entanto uma comida quando azeda torna-se indigesta e pode causar doenças intestinais, sendo preciso, às vezes, uso de medicamentos.

Numa relação de amizade, quando ocorre o mesmo que certas frutas, ou seja, quando essa amizade é antiga, de longas datas e chega a “azedar” ou arranhar torna-se complicada a reconquista. Pode causar danos profundos que, também por vezes, não tem medicamento que resolva. Assim parece está a amizade do “Grupo dos 10”, como se tornou conhecido o grupo formado por 10 vereadores que são liderados pelo presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, Fernando Torres (PSD). 

Depois de almoçarem na casa do presidente do legislativo feirense numa quinta-feira, 28 de abril, quando o grupo declarou apoio ao pré-candidato ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), não demorou muito, aliás, não demorou quase nada, e na segunda-feira seguinte, 02 de maio, parte do referido grupo se reuniu novamente. Desta feita, com o pré-candidato do União Brasil, ACM Neto, em Salvador.

Este encontro deixou os ânimos acirrados e o nível de confiança do grupo em baixa. Segundo informações colhidas, alguns acordos que foram firmados entre líderes e liderados não estão sendo cumpridos, algo que tem mexido e abalado as extremidades na Casa da Cidadania. Sabe-se, inclusive, que já existe conversa para criação de um novo grupo ou bancada “independente”. Em se concretizando essa nova formação, a Câmara ficaria dividida em quatro grupos: governistas, oposição, independentes e aliados de Fernando Torres.

Uma fonte, fidedigna, revelou ao Conectado News que na última quinta-feira, 12, o clima estava tão “azedo” que um edil chegou a fazer ameaças, afirmando que estava com um dossiê para "detonar" a vida política de um político feirense, porém, segundo esta mesma fonte, o vereador foi contido. Disse, também, a fonte, que o “ameaçador” estava portando uma arma de fogo durante a sessão naquela Casa.

Por fim, espera-se que esta “alimentação azeda” e indigesta não cause danos maiores e que tudo possa ser resolvido para o bem de todos e felicidade geral da Princesa do Sertão. Caso contrário, poder-se-ia dizer que azedou geral.

Por Luiz Santos radialista e jornalista

 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.