Domingo, 26 de Maio de 2024
(75) 99168-0053
Artigo Artigo

Estacionamentos: espaços de 'roubo legalizado' em Feira de Santana

Por Luiz Santos

16/05/2024 08h28 Atualizada há 1 semana
Por: Hely Beltrão Fonte: Conectado News
Carl Newton - Pexels
Carl Newton - Pexels

Proprietários de veículos automotores de Feira de Santana que utilizam alguns estacionamentos nesta cidade, por considerarem  lugares seguros em alguns casos, noutros casos por falta de vagas em vias públicas, às vezes são “assaltados descaradamente” nestes estabelecimentos. Proprietários desses espaços, em alguns locais, repito, cobram preço exorbitante por hora de estacionamento.

O seguimento estacionamento de veiculos automotores cresceu muito em nossa cidade nos últimos anos. Isso acontece devido o aumento da quantidade desses veículos circulando diariamente e por falta de fiscalização do poder público municipal. Em alguns desses locais que se dizem “estacionamentos para veículos“ não oferecem sequer condição para tal atividade, mas cobram o preço que entendem que devem cobrar.

Alvo de fiscalização por parte do PROCON, em um passado não tão longínquo, estacionamentos chegaram, SIC, a ameaçarem de morte prepostos do órgão fiscalizador. Discussões e leis aprovadas na Câmara Municipal de Feira de Santana não surtiram o efeito esperado, e a Câmara, como é  sabido, não pode legislar nesse seguimento por aqui e nem mesmo os 'dez minutos de tolerância' existe mais. É justamente nesse quesito, dez minutos, que está o X da questão: alguns pseudo-empresários deitam e rolam cobrando preço extremamente absurdo por minuto fracionado.

Na tarde desta quarta-feira,  15, um internauta procurou a redação do Conectado News para demonstrar sua insatisfação e denunciar que estacionou seu veículo em um espaço desse, localizado na rua Conselheiro Franco, e observou que meia hora custava 4 reais. Após 34 minutos quando retornou, segundo cupom entregue pelo preposto do estabelecimento, pagou referente uma hora cheia, ou seja, 8 reais. Esse é o chamado "roubo dentro da lei, dentro da legalidade".

Essa excrescência em Feira de Santa, salvo melhor juízo, só vai ser resolvida quando o município implementar a chamada Zona Azul. Com este sistema, acredita-se, deverão ser oportunizadas mais vagas nas vias públicas e assim, espera-se, a livre concorrência fará com que preço, tratamento ao cliente e flexibilização nos preços de alguns estacionamentos melhorem. Até lá, enquanto a Zona Azul não sai do papel, apelamos para alguns empresários desse segmento para que possam ser mais conscientes e não sejam tão rígidos para com os clientes.

Por fim, apelamos ainda para que a prefeitura municipal de Feira de Santana fiscalize as condições de alguns espaços que se consideram estacionamentos neste município. Continuamos atentos.

Por Luiz Santos, Radialista e Jornalista

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Ivanov Abreu Albuquerque Há 1 semana feira de Santana Bahia Esqueça via azul só serve para encarecer e dificultar a vida do trabalhador
José Carlos SilvaHá 1 semana Feira de SantanaSó você para achar que a solução é a privatização do espaço público, zona azul só vai encarecer ainda mais os estacionamentos privados, onde o cidadão não terá mais escolha. É pagar ou pagar. Acorda Luis Santos!
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.