Quinta, 25 de Abril de 2024
(75) 99168-0053
Brasil Brasil

Infestação do escorpião mais perigoso causa alerta no Brasil

Instituto Vital Brazil iniciou um treinamento teórico-prático

21/02/2024 19h47
Por: Ana Meire Fonte: Conectado News
Foto: Barreto, L. A./Wikimedia Commons / Divulgação
Foto: Barreto, L. A./Wikimedia Commons / Divulgação

 

O IVB - Instituto Vital Brazil iniciou um treinamento teórico-prático para uma equipe da Prefeitura de Armação dos Búzios (RJ), devido à alta infestação de escorpiões-amarelos, considerados os mais perigosos do Brasil. Estes acidentes com animais peçonhentos totalizam 58,2% dos registros no estado do RJ.
Com atuação no bulbo, região importante do encéfalo, afeta diretamente os movimentos respiratórios e cardíacos do corpo humano, segundo a Fiocruz.
Uma infestação do escorpião-amarelo, considerado mais perigoso do Brasil, tem causado alerta na cidade de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, Segundo informações do Instituto Vital Brazil (IVB), só no começo deste mês, foram capturados cerca de 200 animais.
Os animais coletados foram incorporados à criação do Laboratório de Artrópodes do instituto. Agora estão para pesquisa e extração de veneno.
Agentes do IVB iniciam no início deste mês, um treinamento teórico e prático à equipe da Prefeitura de Búzios. Um fluxo de envio dos escorpiões coletados ao instituto, orientações à população e identificação das áreas infestadas, também foram instaurados. 
Um levantamento do instituto mostra o alto número de acidentes com escorpiões e aranhas no estado do Rio de Janeiro.
2020 – 1.234 acidentes
2021 – 1.219 acidentes
2022 – 1.293 acidentes
Os acidentes com aranha e escorpião são os mais comuns no estado, correspondendo a 58,2% dos registros com animais peçonhentos. Segundo o Instituto Vital Brazil, o último pico na cidade ocorreu em 2019, com 19 acidentes envolvendo escorpiões. O dado é do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde.
De acordo com a Vigilância Ambiental de Búzios, foram identificados cinco bairros com a maior incidência: Centro, Ferradura, João Fernandes, São José e Rasa, mas ainda não houve registro de ataque neste ano.

 

Fonte Terra

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.