Quinta, 25 de Abril de 2024
(75) 99168-0053
Política Entrevista

Lúcio Vieira Lima diz que Colbert Martins não tem peso e está divulgando fake news

Sexta (19)

19/01/2024 13h04 Atualizada há 3 meses
Por: Hely Beltrão Fonte: Conectado News
Divulgação
Divulgação

Em entrevista ao Programa Levante a Voz da Rádio Sociedade News FM no dia 12 de janeiro, o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), defendeu uma candidatura própria do MDB a Prefeitura de Feira, mesmo após sinalização da Executiva estadual em declinar apoio ao deputado federal Zé Neto (PT).

Ao Levante a Voz na manhã desta sexta (19), um dos caciques do MDB estadual, Lúcio Vieira Lima, confirmou o apoio do partido a Zé Neto e disse que não existe possiblidade de candidatura própria do partido para as eleições 2024 em Feira e classificou as declarações do prefeito como Fake News.

"Não há dúvida alguma, já foi comunicado através de matérias na imprensa, que o MDB em Feira de Santana vai ficar com o deputado federal Zé Neto (PT), já nos reunimos com ele e comunicamos ao governador Jerônimo Rodrigues (PT) a nossa decisão e não temos nenhuma dúvida quanto a isso, fake news que tentaram lançar, lero lero, foi algo bastante visto na eleição para o governo do Estado, fora isso, não existe dúvida alguma, a coisa mais certa do mundo, é que o MDB de Feira de Santana, com apoio da executiva estadual e nacional marchará com Zé Neto para se eleger prefeito de Feira de Santana".

Lúcio disse ainda que qualquer pessoa pode lançar candidatura, não precisa de sua aprovação, mas precisa ser aprovada pelo partido.

"Não tenho que autorizar nada, ele como qualquer pessoa, pode se lançar candidato, porém, para isso se tornar verdadeiro, tem que ser aprovado na convenção. Esse filme vimos na eleição passada, Colbert tentou criar um tal de MDB da resistência, dizendo que estaria apoiando o candidato derrotado ACM Neto (UB). Não deu em nada, não existe isso, dele criar algum fato, o que me provoca risos, quando anuncia que romperam com Zé Ronaldo (UB). A primeira coisa que se deve fazer, é demitir os secretário que o ex prefeito indicou, todos os funcionários e cargos de confiança que José Ronaldo indicou, senão, fica parecendo mais um teatro para tentar enganar a população, que ambos não são a mesma pessoa, com isso, o desgaste da administração dele passa para Zé Ronaldo. Quem conhece um pouco da história política de Feira de Santana, sabe que essa forma de reagir, já foi feita por  Ronaldo durante o governo de Tarcizio Pimenta, que estava desgastado, José Ronaldo com muita competência conseguiu se desvencilhar, uma vez que foi ele que indicou o Tarcizio. Agora ele tenta fazer a mesma coisa, mas, como está muito difícil, após a derrota do candidato apoiado por eles na eleição para o governo do Estado, Ronaldo quer contar com a colaboração do atual prefeito para dizer rompeu, que vai lançar candidato, isso é mimimi, cheiro mole, se dizem que mentira tem perna curta, essa não tem nem dedo, quanto mais perna, já nasce morta. Enquanto não demitir os indicados, ficar somente na conversa, não adianta, são irmãos siameses, nascidos do mesmo pai e da mesma mãe, nasceram do União Brasil, ACM Neto e acham que vão enganar o povo, reitero que não há possibilidade do MDB ter candidatura em Feira de Santana, vamos apoiar Zé Neto e pretendemos, como na eleição passada, eleger 4 vereadores", afirmou.

Ao ser perguntado se o MDB indicará o vice na chapa de Zé Neto, Lúcio disse que dependerá do projeto do PT para Feira de Santana.

"Indicar vice ou não dependerá da seguinte questão: o projeto. Fomos para o projeto de Jerônimo, quando ninguém acreditava em sua eleição, ele tinha 6% nas pesquisas e o candidato dizia que ia ganhar no primeiro turno, que estava com 80%. Com isso, muitos foram para o lado dele, porém, estavam indo lideranças, como o PP, que rompeu com Jerônimo, Marcelo Nilo, José Ronaldo que caiu no conto do vice ou do Senado, todos naquela empolgação pensando que já estavam com o governo nas mãos, porém, o projeto de Lula se mostrou melhor para o Brasil. que passava por um momento em que vinha perdendo avanços sociais importantes, alta de juros, combustíveis,perda de de credibilidade no exterior, insegurança jurídica, desta forma atrapalhando a geração de empregos e que investimento externos viessem para o Brasil. Então, fomos convencidos que o projeto de Jerônimo aliado de Lula tinha condições de fazer o bem para a Bahia e para o Brasil, assim fizemos. Da mesma forma agora, que o projeto de Zé Neto para Feira de Santana, ou o de Geraldo Júnior para Salvador, teremos a capital ligada a nível federal, com Zé Neto como prefeito de Feira de Santana, tendo acesso a todos os ministérios, é amigo do presidente Lula, fazendo com que os recursos venham com mais facilidade, os projetos nacionais ficaram alinhados com Feira de Santana e Salvador. Por isso, eu e Geddel não somos mais candidatos, hoje faço uma política com mais tranquilidade, ou seja, sem nenhum  tipo de interesse, tipo, vou apoiar fulano, pois me dará votos mais a frente, quero literalmente o bem de Feira de Santana e esse bem hoje é Zé Neto, que faz parte do time de Jerônimo e Lula, tem o apoio do vice governador Geraldo Jr.,o apoio das lideranças do MDB. Quanto a dizer que vai apresentar os candidatos, apresente quem quiser. Eu posso proibir dele dizer que vai para o terceiro mandato, mesmo que a lei não permita? Quem tem boca fala o que quer, mas, entre falar e concretizar, há um abismo enorme. Se a imprensa me ouvisse dizer que o MDB vai ter candidato, com certeza me perguntariam a respeito do caos na saúde, pavimentação das ruas, iluminação, infraestrutura, entre outros. O objetivo foi alcançado, usando uma fake news para desviar por uma semana o tema, Colbert e José Ronaldo são a mesma pessoa, são ligados umbilicalmente, são irmãos siameses, a administração é fruto do projeto do ex prefeito de Salvador, de José Ronaldo que foi preterido na condição de vice governador na chapa de ACM Neto e do prefeito Colbert Martins, é o time deles. Eles não vivem dizendo que não perderam para Jerônimo, mas para o time de Lula? Existem dois times, o de Neto, Bolsonaro e Cia e o de Lula, Jerônimo e Geraldo Jr., os times vão entrar em campo e com certeza o time de Lula, Jerônimo, Geraldo e Zé Neto ganhará a eleição".

Sobre o apoio de Colbert ao ex prefeito de Salvador ACM Neto nas eleições de 2022, seguindo o contrário do restante do partido na Bahia, que apoiou a candidatura de Jerônimo Rodrigues, Lúcio afirmou que não se sentiu traído, que já era esperado e aponta onde o prefeito errou.

"Não me senti traído de forma alguma, as coisas estavam muito claras, foi dito, o MDB tomou a decisão, nenhum partido trabalha com unanimidade, as dissidências são normais, o erro do atual prefeito foi dizer que ele era o MDB, o MDB da resistência, que o partido estaria com Neto, mandaram convites para um encontro o onde o emedebista mais graduado era José Ronaldo, por aí você tira, porque não foi membro do partido nenhum, o convite tinha o timbre do MDB, esse foi o erro de Colbert, com relação à política, ele apoia quem quiser, tanto que nos perguntaram se iriam expulsar Colbert, alguns filiados apresentaram essa discussão, mas isso não é tradição nossa. Como o adversário de Colbert é o mesmo de José Ronaldo, além dele herdar os votos e apoio do ex-prefeito, fez questão de herdar os adversários, o que mostra como é forte a ligação. Como Jerônimo era adversário do candidato derrotado, ACM Neto, ele não se sentiu à vontade de apoiar um candidato do PT, por achar que iria atrapalhar, quando esse momento chegasse, se ele apoiasse Jerônimo, o governador apoiaria Zé Neto agora. Esse posicionamento dele é por causa da política local, entendo que ele errou na forma e não em seu posicionamento, ele poderia apoiar de outra forma, ele acabou puxando a derrota para si, o próprio candidato a governador do grupo começou a se afastar dele, por que mesmo ele tendo a máquina pública a seu favor, o desgaste era tão grande que desgastou também a candidatura de ACM Neto, o que resultou naquela posição, em que depois do acertado e combinado, retirou José Ronaldo da chapa, o que levou Ronaldo a chorar em uma entrevista, algo que não é vergonha, mas é só para mostrar que chega a um ponto em que a maldade é tão grande, que um homem como José Ronaldo, com uma grande história na política da Bahia, prefeito de Feira de Santana várias vezes, chorar copiosamente diante do comportamento e atitude que seu grupo político fez com ele. É por isso que vamos com Jerônimo, pelo que o grupo representa de eventuais avanços em Feira de Santana e para a Bahia", concluiu  

Confira na íntegra a entrevista de Lúcio Vieira Lima.

Confira na íntegra a resposta do Prefeito Colbert Martins a Lúcio Vieira Lima no áudio abaixo.

Reportagem: Luiz Santos

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Dandraade Há 3 meses Feira de SantanaQuem é Lúcio, há irmão de jedel, há esse julgado e condenado por crimes, mim diz com quem andas quê eu ti direis quem TU és?
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.