Terça, 24 de Maio de 2022
(75) 99168-0053
Educação UEFS

Neabi/Uefs discute o 13 de maio entre memórias e ressonâncias no Brasil contemporâneo

Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas da Universidade Estadual de Feira de Santana

12/05/2022 11h28
Por: Hely Beltrão Fonte: Conectado News
ASCOM UEFS
ASCOM UEFS

O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas da Universidade Estadual de Feira de Santana (Neabi/Uefs) realiza o evento “13 de maio: Entre memórias e ressonâncias no Brasil Contemporâneo”, data marcada pela abolição simbólica da escravatura no Brasil. O encontro acontece nesta sexta-feira (13), às 9h, no auditório do Mestrado em História.

Mediado pela professora Railda Neves, licenciada em História pela Uefs e mestra em História da África da Diáspora e dos Povos Indígenas pela UFRB, o evento vai discutir a memória da luta dos negros em diáspora no Brasil por liberdade e identificar na contemporaneidade as marcas deixadas pela escravidão que impedem a população negra brasileira de garantir seus direitos.

Os convidados para contribuir com o debate são os professores Jaques Leone, licenciado em História pela Uefs, mestrando em História pela Ufba e especialista em História da África e Cultura Afro-brasileira pela Uniasselvi; e Wilson Mattos, professor titular da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), coordenador do Programa de Pós-graduação em História Regional e Local na Uneb e coordenador do Afrouneb, Núcleo Interdisciplinar de Estudos Africanos e Afro-brasileiros.

Assessoria

Segundo a organização do evento, “o dia 13 de maio de 1888 não pode ser pensado fora da perspectiva do dia seguinte: o ‘14 de maio’. O silêncio que paira sobre data, apesar de sua importância histórica, é resultado do racismo estrutural que rege as diversas relações dentro da sociedade apagando, muitas vezes o protagonismo e as lutas empreendidas pelo povo negro na tentativa de garantir direitos e dignidade”.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.