Terça, 25 de Junho de 2024
(75) 99168-0053
Bahia Política

Despesas de parlamentares baianos somam R$ 122 Milhões em 16 Meses

Levantamento revela uso de recursos públicos para extravagâncias, como voos particulares e gastos com alimentação e hospedagem

23/05/2024 12h28 Atualizada há 1 mês
Por: Heber Araujo Fonte: Metrópole
Divulgação ALBA
Divulgação ALBA

Durante levantamento feito pelo Jornal Metropole no portal de transparência da Câmara dos Deputados revelou que, de janeiro de 2023 a maio de 2024, os contribuintes desembolsaram R$ 122 milhões apenas para manter os 39 parlamentares da Bahia, ou seja, R$ 3,1 milhões por cada um. Essa soma inclui salários das equipes de gabinete, remuneração mensal dos congressistas, auxílio-moradia, diárias em viagens oficiais e outras regalias custeadas pelo erário.

Um dos itens mais significativos é a chamada cota para o exercício da atividade parlamentar, destinada a custear despesas relacionadas ao mandato. No entanto, muitas vezes esses recursos são utilizados para custear extravagâncias, como passagens aéreas, aluguel de veículos e até mesmo gastos com alimentação e hospedagem. Os repasses para a bancada baiana por meio dessa cota ultrapassam os R$ 25 milhões ao longo de um ano e cinco meses.

Entre os exemplos de gastos extravagantes destacados na investigação, estão os fretamentos de aeronaves por parte de alguns parlamentares. Adolfo Viana (PSDB), por exemplo, gastou quase R$ 89 mil em três voos particulares, enquanto Leur Lomanto Júnior (União Brasil) despendeu mais de R$ 71 mil em quatro viagens. Esses gastos suscitam questionamentos sobre a necessidade e a transparência no uso dos recursos públicos por parte dos representantes eleitos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.