Sábado, 20 de Julho de 2024
(75) 99168-0053
Bahia Prisão em Flagrante

Treinador é preso em flagrante por injúria racial após chamar jogadora do time feminino do Bahia de macaca

Ofensa aconteceu durante jogo no estádio de Pituaçu, em Salvador. Houve confusão entre jogadoras e momento foi filmado por pessoas que estavam na arquibancada

09/07/2024 10h02 Atualizada há 1 semana
Por: Hely Beltrão Fonte: Conectado News
Redes Sociais
Redes Sociais

Fonte: G1 Bahia

O treinador do JC Futebol Clube, time feminino do Amazonas, foi preso por suspeita de injúria racial após o jogo contra o Bahia na noite de segunda-feira (8). De acordo com a Polícia Civil, a ofensa foi contra uma jogadora do time baiano, que foi chamada de "macaca".

O caso de injúria racial aconteceu após a partida, que terminou em empate. O placar favoreceu o time baiano, que voltou para a primeira divisão. Durante a comemoração das jogadoras, uma confusão foi iniciada entre as atletas dos dois times. Não se sabe o que motivou a briga.

Um vídeo mostra o momento da confusão. Nele, é possível ver que jogadoras do Bahia também discutiram com o treinador do time amazonense. Neste momento, Suelen teria sido chamada de "macaca" pelo suspeito.

A Polícia Militar e funcionários dos dois times precisaram apartar a briga. Após o ocorrido, o suspeito, a vítima e testemunhas foram até a Central de Flagrantes, onde o caso foi registrado.

O JC Futebol Clube do Amazonas disse, em nota, que o jurídico do clube está averiguando os acontecimentos para tomar as medidas cabíveis e para que não haja "informações infames ou caluniosas que prejudiquem os envolvidos". O time ainda afirmou que repudia qualquer tipo de preconceito.

O Bahia afirmou que presta solidariedade a Suelen e "cobra uma resposta à altura da gravidade do assunto".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Esporte Clube Bahia (@ecbahia)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.