Sábado, 20 de Julho de 2024
(75) 99168-0053
Bahia Economia de energia

Neoenergia implementa bandeira tarifária e conta de energia deve ficar mais cara; Veja dicas de como reduzir o consumo de energia

Engenheira da companhia orienta consumidores sobre medidas para economizar durante bandeira amarela

08/07/2024 17h19 Atualizada há 2 semanas
Por: Heber Araujo Fonte: Conectado News
Wilker Porto / Imagem reproduzida do Agora Sudoeste
Wilker Porto / Imagem reproduzida do Agora Sudoeste

A partir de hoje, a Neoenergia implementará uma bandeira tarifária, visando refletir as condições de geração de energia elétrica no país. Amanda Diaz, engenheira elétrica e representante da companhia, explicou que a bandeira amarela foi acionada devido à previsão de chuvas abaixo da média e ao aumento do consumo. Isso implica um custo adicional de R$1,88 para cada 100 kWh consumidos, incentivando a adoção de medidas para reduzir o consumo de energia.

Entre as dicas para redução de energia, Amanda destaca estratégias simples que os consumidores podem adotar no dia a dia para minimizar o impacto da bandeira amarela em suas contas. No período de inverno, ela recomenda evitar o uso excessivo de ar-condicionado, optando por ventiladores e ventilação natural sempre que possível.

Outro é o uso racional do chuveiro elétrico, um dos grandes consumidores de energia nas residências. A engenheira sugeriu controlar o tempo de banho e evitar temperaturas muito elevadas da água, além de desligar o chuveiro enquanto ensaboa o corpo. Economizando assim energia e água.

Diaz destaca também que secadores de cabelo e chapinhas são vilões no consumo energético diário. Amanda aconselhou a utilizar esses aparelhos com moderação, evitando deixá-los ligados desnecessariamente. A redução no tempo de uso desses dispositivos pode significar uma economia significativa na conta de energia elétrica, sem comprometer o conforto dos consumidores.

Por fim, a representante da Coelba ressaltou a importância da conscientização sobre o uso eficiente da energia elétrica. Ao adotar práticas simples, como as mencionadas, os consumidores não apenas contribuem para a redução de custos em suas faturas, mas também colaboram para o uso sustentável dos recursos energéticos disponíveis.

 

Reportagem Emanuelle Pilgeer

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.