Terça, 25 de Junho de 2024
(75) 99168-0053
Polícia Polícia

Homem diz a Polícia que assassinou colega por ordem divina em Feira de Santana

Ocorrências Policiais

07/06/2024 17h00 Atualizada há 2 semanas
Por: Hely Beltrão Fonte: Conectado News
Boca de Zero 9
Boca de Zero 9

Na tarde desta sexta (7), a tranquila Avenida Adenil Falcão, no bairro Brasília, em Feira de Santana, foi palco de um homicídio que surpreendeu moradores e autoridades locais. Em um desenlace inusitado, um homem conhecido pelo prenome de Alberto, se dirigiu voluntariamente à delegacia após cometer o crime para se entregar às autoridades.

Segundo informações apuradas pela equipe de reportagem do Boca de Zero 9, Alberto confessou ter assassinado seu colega de forma brutal. O motivo? Ele alega ter ouvido uma voz, que dizia ser de Jesus, ordenando-lhe que matasse seu melhor amigo para garantir sua entrada no reino dos céus.

Os policiais de plantão inicialmente duvidaram da narrativa apresentada por Alberto. No entanto, ao conduzi-lo ao local indicado, confirmaram a veracidade da ocorrência, constatando que se tratava realmente de um homicídio. A vítima, foi  identificada por Edinaldo Coelho Silva, de 53 anos, que era natural de Senhor do Bonfim-Bahia.
 foi encontrada morta, confirmando a confissão do acusado.

Alberto foi autuado em flagrante e permanece sob custódia enquanto investigações adicionais são conduzidas. Em uma entrevista exclusiva ao Boca de Zero 9, ele detalhou os episódios perturbadores que o levaram a cometer o crime, insistindo que as vozes em sua cabeça, supostamente divinas, o compeliram a agir dessa maneira. “Eu continuo acreditando que vou para o céu depois de ter feito isso,” declarou Alberto, visivelmente abalado.

Este caso bizarro e trágico levanta questões preocupantes sobre a saúde mental e o estado emocional do acusado. As autoridades estão trabalhando para entender melhor o contexto e as motivações por trás do homicídio. A comunidade de Feira de Santana, por sua vez, encontra-se em estado de choque e apreensão diante dos eventos. 

Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), sob o comando do delegado Alisson Ferreira, compareceram ao local do crime onde realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações, ouvindo o acusado no local, em seguida conduzido o mesmo para delegacia.
Peritos afirmaram que aparentemente a vítima foi morta por enforcamento, mas passará por exames e descobrir qual foi mesmo a causa da morte.

 

Acompanhe na íntegra abaixo a entrevista. Créditos do vídeo e reportagem, Boca de Zero 9.

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Edvan Santos maiaHá 2 semanas Feira de SantanaOs comentários idiotas vindos de um IDIOTA
Dandraade Há 2 semanas Feira de SantanaEleitor do PT, recebia bolsa família, não trabalhava, agora vai honrar o Estado no presídio, ou ser solto por um juiz ( semi Deus) na audiência de custódia
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.