Terça, 25 de Junho de 2024
(75) 99168-0053
Brasil Feira de Santana

Fórum Nacional das Secretarias Estaduais de Comunicação é realizado em Brasília

Campanhas pela redução dos acidentes graves de trânsito, o combate às fake news

04/06/2024 20h19 Atualizada há 3 semanas
Por: Ana Meire Fonte: Conectado News
Foto Ascom
Foto Ascom


Campanhas pela redução dos acidentes graves de trânsito, o combate às fake news e as mudanças na comunicação pública com as ferramentas de inteligência artificial estão no centro dos debates do 5º Fórum Nacional das Secretarias Estaduais de Comunicação, nesta terça (4) e quarta-feira (5), em Brasília. A abertura do evento, nesta terça-feira 4, contou com a presença do ministro interino da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), Laércio Portela, e de 26 secretários estaduais de comunicação.
“Estamos indo aos estados explicar nossas ações e ouvir as sugestões dos gestores locais para favorecer essa comunicação regionalizada com o projeto Secom Volante. Uma das nossas ações foi o portal de informações ComunicaBR, que em menos de seis meses no ar já teve dois milhões de acessos”, disse Laércio Portela, Ministro interino da Secretaria de Comunicação da Presidência da República.
Em sua fala inicial, o ministro interino da Secom destacou as ações em comunicação do Governo Federal para informar o cidadão sobre políticas públicas. Portela também citou as dificuldades de uma comunicação regionalizada em um país continental como o Brasil. “Estamos indo aos estados explicar nossas ações e ouvir as sugestões dos gestores locais para favorecer essa comunicação regionalizada com o projeto Secom Volante. Uma das nossas ações foi o portal de informações ComunicaBR, que em menos de seis meses no ar já teve dois milhões de acessos”, defendeu.
Também na abertura do Fórum, o presidente do Conselho das Secretarias Estaduais de Comunicação, André Curvelo, secretário de Comunicação da Bahia, falou sobre a preocupação dos estados com os acidentes de trânsito e lembrou que, em algumas unidades da Federação, 62% dos leitos de tratamento intensivo dos hospitais públicos são ocupados por pessoas envolvidas nessas ocorrências. Por isso, as campanhas de mobilização pela paz no trânsito são uma das prioridades para as secretarias de comunicação.
O fenômeno das fake news também provoca ruídos e gera desperdício de tempo e recursos nos estados, sobretudo em iniciativas que demandam adesão da população, como ações de saúde, educação e assistência social. Assim, o primeiro encaminhamento do Fórum é o fortalecimento das trocas entre a comunicação federal e as estaduais, com a criação de fóruns de trabalho para acompanhar melhor o fenômeno e buscarem juntos meios de enfrentamento, mitigação e educação midiática para a população.
PROGRAMAÇÃO – Durante esta terça-feira, os secretários estaduais vão debater as mudanças provocadas na área da comunicação pública com a integração do marketing político e as ferramentas de inteligência artificial.
O professor Silvio Meira, acompanhado pela especialista em marketing digital Rosário Pompeia, será o responsável por comandar esse momento de reflexão. Meira é um dos maiores especialistas em Inteligência Artificial do Brasil e também cientista chefe da TDS.Company.
Os secretários também vão discutir a regulamentação da profissão de jornalista com o presidente da Associação Brasileira de Imprensa, Octávio Costa. Assédio eleitoral, fake news e democracia no mundo do trabalho serão temas da fala do ministro Alberto Balazeiro, do Tribunal Superior do Trabalho (TST).
À tarde, o Fórum vai colocar em pauta o combate à desinformação online e o Plano de Ação da UNESCO, órgão da ONU para a comunicação, cultura e educação, para Regular as Plataformas de Redes Sociais com Adauto Soares, Coordenador de Comunicação e Informação, e Rafael Radke, Oficial de Projeto.
Desinformação e risco de violação dos direitos humanos será tema da conversa dos participantes do 5º Fórum com Jarbas Soares, Presidente do Conselho Nacional dos Procuradores Gerais do Ministério Público dos Estados e da União. O último debate do dia será pesquisa como ferramenta de gestão com o especialista Marcelo Tokarski do IPRI e Pedro Barbosa da Opnus Pesquisa de Opinião e Mercado.
Amanhã, o Fórum debate a realidade do trânsito no Brasil e seus reflexos sociais com Adrualdo de Lima Catão, da Secretaria Nacional de Trânsito. O senador Eduardo Gomes vai tratar do Projeto de Lei sobre Inteligência. Outro tema que será abordado no encontro será a importância e os desafios da comunicação pública no Brasil do século XXI, apresentado por Cláudia Lemos, presidente da Associação Brasileira de Comunicação Pública.
Heloísa Renata de Santana, presidente da Associação de Marketing Promocional abordará como utilizar o Live Marketing na comunicação governamental. A última apresentação do segundo dia de evento será TV 3.0, com Cristiano Flôres, diretor-geral da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão. Ao final do evento, os gestores de comunicação dos Estados vão assinar uma carta-compromisso, unindo forças para melhorar ainda mais a comunicação pública em todo o país.

 

Fontr Ascom

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.