Sábado, 25 de Maio de 2024
(75) 99168-0053
Justiça Condenação

Mulher que arrancou pênis do marido após traição é condenada a 4 anos de prisão

Defesa tenta liberdade provisória

16/05/2024 16h29
Por: Hely Beltrão Fonte: Conectado News
Reprodução
Reprodução

A cozinheira Daiane dos Santos Farias, de 34, foi condenada a mais de 4 anos de prisão por ter cortado o órgão sexual do marido, Gilberto Nogueira de Oliveira, com uma navalha. Ao Terra, a defesa da ré confirmou que vai recorrer da decisão do julgamento, que ocorreu nesta quarta-feira, 15, no Fórum de Atibaia, no interior de São Paulo. 

O crime ocorreu no dia 22 de dezembro de 2023. Ela se entregou e, desde então, estava presa na Penitenciária Feminina de Mogi Guaçu. As investigações concluíram que o caso se tratava de uma tentativa de homicídio. Na denúncia, no entanto, o Ministério Público constatou o fato com lesão corporal gravíssima. Por isso, Daiane não foi levada à júri popular. 

No julgamento, a cozinheira foi condenada a 4 anos, oito meses e 26 dias em regime fechado, com qualificadoras por ter praticado crime contra o cônjuge e motivo torpe. A advogada dela, Tássia Mafra, informou que vai recorrer da decisão, pois a juíza "não reconheceu a diminuição de pena por prática do delito sob forte emoção". 

"Pedimos a aplicação do semiaberto, e ela também não deu. Como a pena ficou menor que 6 anos, pode ser aplicado o semiaberto. No mais, foi um resultado muito bom. A juíza não majorou de forma exorbitante a pena. Foi ponderada", afirmou a defesa. 

Tássia ainda esclareceu que está pendente no Superior Tribunal de Justiça (STJ) o julgamento do pedido de liberdade provisória, considerando que o próprio Gilberto disse em juízo que Daiane não oferece riscos para a sua integridade física.

Fonte: Portal Terra

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.