Quinta, 25 de Abril de 2024
(75) 99168-0053
Política Bahia

Uma vergonha para nosso estado",ACM Neto sobre portaria que incentiva os professores a aprovarem os alunos

O ex-prefeito de Salvador e presidente da Fundação Índigo, ACM Neto

26/02/2024 21h21
Por: Ana Meire Fonte: Conectado News
Foto Ascom
Foto Ascom

 

O ex-prefeito de Salvador e presidente da Fundação Índigo, ACM Neto, defendeu nesta segunda-feira (26) a revogação da portaria 190, que incentiva os professores a aprovarem os alunos, como um estímulo à "aprovação em massa".

"Uma vergonha para nosso estado. Confesso a vocês que ouvi manifestações de fora da Bahia, dizendo que não acreditavam que pudéssemos ter um governador tão descomprometido com a educação, que virasse as costas para os professores sendo professor, e que não tivesse a capacidade de priorizar a educação, já tendo sido secretário dessa pasta. Lamento profundamente que o governador tenha visão ultrapassada, que só prejudica pessoas mais pobres", afirmou.

Para Neto, a diferença educacional entre escolas particulares e públicas já é abissal, o que prejudica a entrada dos jovens nas universidades. Com a medida do governador Jerônimo Rodrigues, a diferença só aumentará. A Bahia é o estado com a menor proporção de concluintes do Ensino Médio inscritos para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo o país, de acordo com Censo da Educação Superior divulgado no ano passado. "A aprovação em massa como defendeu o governador só aumenta ainda mais a diferença. Precisamos, ao contrário, investir nos professores, valorizar a educação pública, melhorar a qualidade da atuação das nossas escolas e tirar a Bahia dos últimos lugares do Ideb do Brasil", pontuou.

Segundo o secretário-geral do União Brasil, a medida do governo estadual é uma forma de maquiar os dados para pontuar melhor no Ideb. "Quando o governador defende a aprovação em massa, o governador não está preocupado com os alunos ou com suas famílias, ele está preocupado em apresentar de maneira artificial um avanço no Ideb. A gente sabe que uma das coisas mais importantes que contribuem para a nota do Ideb é a aprovação, mas não pode ser à custa do não aprendizado que a gente vai ter uma melhoria do Ideb da Bahia. Particularmente me senti envergonhado em ter o governador Jerônimo falando o que falou, se tornando motivo de crítica em todo o País, em especial dos profissonais da educação, de maneira mais especial dos professores, que merecem ser valorizados e não desprestigiados como foram com o governador Jerônimo Rodrigues", completou.

Fonte Ascom

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
P.RHá 2 meses Feira de Santana BahiaSimples. O professor que aplica a prova,não pode ser o mesmo que a corrige. As provas deveriam ser corrigidas,por outros professores,e de diferentes unidade escolar. As provas seriam recolhidas e enviadas a uma equipe neutra para correção, a função do professor,seria apenas ensinar e aplicar a prova.
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.