Sábado, 20 de Julho de 2024
(75) 99168-0053
Feira de Santana Morte

Morre em Feira de Santana radialista Luiz Alberto

Luiz era  natural do município de  Alagoinhas

17/11/2023 20h45 Atualizada há 8 meses
Por: Ana Meire Fonte: Conectado News
Foto redes sociais
Foto redes sociais

Os meios radiofônicos  de Alagoinhas (BA), Aracaju (SE) e Feira de Santana (BA) perderam uma das suas grandes referências com o falecimento nesta  sexta-feira  (17), do narrador esportivo Luiz Alberto de Andrade Freitas, aos 70 anos. 
Luiz era  natural do município de  Alagoinhas (BA), e  se interessou pelo rádio ainda jovem, começando como operador na Rádio Emissora de Alagoinhas, ZYN 26, contudo,  apaixonado pela narração esportiva e incentivado pela admiração que nutria pelo trabalho do  locutor Djalma Costa Lino, aos 15 anos de idade subiu em um cajueiro no campo do Pirinel, em Alagoinhas, e narrou o jogo Galícia x Comercial, portando um sabugo de milho como microfone, provocando mais animação e emoção ao campeonato suburbano de 1968. 
No início dos anos 70,  Alberto passou pela Rádio Sociedade da Bahia, em Salvador, ainda como operador, porém firmou-se como narrador esportivo em Sergipe, inspirado também em Silvio Mendes,  atuando na Rádio Jornal,  com o incentivo de Augusto Junior (falecido em 18 de agosto último), até voltar para Feira de Santana (BA), onde ainda  trabalhava e residia.
Fora do meio radiofônico,  o radialista trabalhou na Cibrasem, em Poço Verde (SE) e Safra Mármore, no Espírito Santo.
Na literatura, foi autor do livro Os Meninos do Alecrim,  um ensaio biográfico que retrata as dificuldades que enfrentou como menino pobre da periferia de Alagoinhas.
O comunicador Luiz Alberto deixa viúva  Edivanda Silva Freitas, com quem era casado desde 22 de julho de 1978, as filhas Arilma e Caroline, o filho Adson e as netas Júlia, Alice, Tayná, Maria e Valentina.
Seu corpo está sendo velado na Pax Cristo Rei, bairro da Kalilândia, o sepultamento será neste sábado 18,  ás 10 horas  no Cemitério Jardim das Flores, em Feira de Santana.

 

Fonte Ascom

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.