Domingo, 14 de Agosto de 2022
(75) 99168-0053
Feira de Santana Operação Policial

"Vinda da PF a Feira de Santana, tem tudo a ver com a CPI da Saúde", diz vereador Silvio Dias

A PF está em Feira de Santana cumprindo mandados de busca e apreensão

04/08/2022 08h10 Atualizada há 1 semana
Por: Hely Beltrão Fonte: Conectado News
Ascom Câmara
Ascom Câmara

A PF deflagrou, na manhã desta quinta-feira (4), a Operação No Service, com o objetivo de cumprir mandados judiciais decorrentes de investigação relativa a irregularidades na contratação de empresa de propriedade do atual Secretário de Saúde de Feira de Santana, Marcelo Britto, para realizar consultoria em Unidade de Pronto Atendimento do município por valores superfaturados. Os secretários Marcelo Britto e Denilton Pereira de Brito foram afastados de seus cargos por determinação da justiça.

Saiba mais: Polícia Federal afasta dois secretários em operação de combate a desvios de verbas na saúde em Feira

Segundo o vereador Silvio Dias (PT), a vinda da PF à Feira de Santana tem tudo a ver com as investigações da CPI da Saúde realizadas pela Câmara Municipal.

"Essa operação da PF tem tudo a ver com a CPI que foi instaurada pela Câmara de Vereadores e com o resultado das investigações. Em setembro de 2021, um requerimento de minha autoria denunciava essas irregularidades e propunha a criação da CPI. Naquele requerimento já falávamos de indícios de irregularidades na contratação de consultoria, essa consultoria tinha como objeto, a melhoria no serviço da UPA da Queimadinha, quem estava sendo contratado era o secretário de Saúde Marcelo Britto, através de uma empresa de sua propriedade, e os indícios eram grandes. Na época ele ainda não era secretário, mas os indícios eram de que ele não tinha prestado o serviço, que foi contratado através de uma empresa terceirizada, empresas que existem no município, teria sido contratado e pago através de recurso carimbado da saúde, essa consultoria não teria sido prestada, a CPI inclusive averiguou isso, e hoje nós temos mais uma operação policial na cidade envolvendo a Secretaria de Saúde, dessa vez, temos o afastamento de dois secretários, várias buscas e apreensões que darão elementos para que esse processo possa avançar para área penal. Temos que identificar quem são os responsáveis, tenho certeza que não pode parar apenas nesse secretários, porque esse processo investigação da área da saúde em Feira de Santana já aconteceu e já vem acontecendo há algum tempo, é bom a gente relembrar a Operação Pitiocampa, onde algumas pessoas foram presas, tivemos posteriormente o bloqueio dos bens do ex-prefeito de José Ronaldo de Carvalho, o grande mentor de todo esse processo de contratação de empresas terceirizadas aqui em Feira de Santana, processo esse que estamos denunciando há muitos anos e que existe irregularidades, aquele momento da investigação já trouxe uma luz e essa agora vem de uma forma Cabal demonstrar que esse modelo de contratação de empresas terceirizadas serve para beneficiar um determinado grupo político através da corrupção, através da contratação de pessoas por meio dessas empresas e obviamente essas pessoas que prestam serviço algumas delas nem sequer vão lá trabalhar, vão lá efetivamente fazer o serviço como é o caso dessa consultoria, essa vergonha, mais de R$ 200 mil jogados no ralo da corrupção, e que agora por meio dessa investigação, toda  Feira de Santana tem a noção do que acontece na Prefeitura Municipal de Feira de Santana", afirmou.

Reportagem: Luiz Santos e Hely Beltrão

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.