Domingo, 14 de Agosto de 2022
(75) 99168-0053
Polícia Feira de Santana

Moradores do bairro Pampalona e região reclamam do aumento de assaltos

Dois homens abordos de uma motocicleta

05/08/2022 21h09
Por: Ana Meire Fonte: Conectado News
Foto internauta
Foto internauta

Dois homens abordos de uma motocicleta Honda 160 de cor vermelha, placa 3342 estão aterrorizando moradores do bairro da Pampalona Feira de Santana na pratica de assalto a mão armada contra  transeuntes. Em um desses ataques, nesta sexta-feira (5) os assaltantes foram flagrados por câmeras de segurança.

Nos assaltos que aconteceram nos bairros Pampalona, Asa Branca e Sitio Novo, eles estavam montados em uma motocicleta . Nas imagens mostra o momento em que eles assaltam duas pessoas, dentre elas, um homem que seguia para o trabalho pedalando uma bicicleta. Levaram o aparelho de celular da primeira vítima abordada e uma bolsa do homem que pedalava a bicicleta.

Moradores da Pampalona e região estão solicitando mais atenção da Polícia Militar que faça rondas com mais frequências. “Sabemos que a polícia não tem bola de cristal para impedir o crime, mas é sempre bom fazer mais rondas pelas ruas dos bairros. Quando a Polícia Civil, que aproveita essas imagens que estão sendo circuladas nas redes sociais e consiga identificar e prender essa dupla”, disse  um morador.

Um comerciante  afirmou que a sociedade precisa apreender a fazer cobrança a quem deve ser cobrado, que o os políticos, em especial, aos parlamentares (Deputados e Senadores). Eles que são os responsáveis por criação de leis. Nosso Código Penal, está totalmente defasado, precisa urgentemente passar por uma reforma, mudar  as leis de todos os crimes para  ficar mais duras”.

“Mas, esses políticos responsáveis, são os primeiros a enganar a sociedade, fazendo com que a mesma, no âmbito da segurança pública fique cobrando aos governadores e ao presidente da República, principalmente em ano eleitoral. Então, a população tem que apreender a cobrar do deputado e do senador qual for lhe pedir o voto. Perguntar a ele qual é a proposta dele para a segurança pública. Enquanto, não apreendermos a fazer essa cobrança, vai ser disso a pior, vejamos o dia a dia, a polícia prende e a justiça solta, mas na verdade, não é culpa do juiz e sim da lei defasada”, finalizou o comerciante.

Nos assaltos que aconteceram no bairro da Pampalona, Asa Branca e Sitio Novo, eles estavam com o mesmo veículo. As imagens mostram o momento em que eles assaltam duas pessoas, dentre elas, um homem que seguia para o trabalho pedalando uma bicicleta. Levaram o aparelho de celular da primeira vítima abordada e uma bolsa do homem que pedalava a bicicleta.

Moradores da Pampalona e região estão solicitando mais atenção da Polícia Militar que faça rondas com mais frequências. “Sabemos que a polícia não tem bola de cristal para impedir o crime, mas é sempre bom fazer mais rondas pelas ruas dos bairros. Quando a Polícia Civil, que aproveita essas imagens que estão sendo circuladas nas redes sociais e consiga identificar e prender essa dupla”, disse  um morador.

Um comerciante da Pampalona afirmou para reportagem que a sociedade precisa apreender a fazer cobrança a quem deve ser cobrado, que são os políticos, em especial, aos parlamentares (Deputados e Senadores). Eles que são os responsáveis por criação de leis. Nosso Código Penal, está totalmente defasado, precisa urgentemente passar por uma reforma, mudar  as leis de todos os crimes para  ficar mais duras”.

“Os políticos  são os primeiros a enganar a sociedade, fazendo com que a mesma, no âmbito da segurança pública fique cobrando aos governadores e ao presidente da República, principalmente em ano eleitoral. Então, a população tem que apreender a cobrar do deputado e do senador qual for lhe pedir o voto. Perguntar a ele qual é a proposta dele para a segurança pública. Enquanto, não apreendermos a fazer essa cobrança, vai ser disso a pior, vejamos o dia a dia, a polícia prende e a justiça solta, mas na verdade, não é culpa do juiz e sim da lei defasada”, finalizou o comerciante.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.